Inscreva-se em nossa newsletter

Receba novos materiais diretamente por e-mail.

Blog-post-5

Utilizar Equipamento de Proteção Individual (EPI) é primordial para o enfrentamento da pandemia de Covid-19. No entanto, se não for acompanhado de medidas coletivas e administrativas, o risco dos profissionais da saúde aumenta significativamente.

De acordo com as “Recomendações para proteção e monitoramento de Trabalhadores de Serviços de Saúde (TSS)”* da Associação Paulista de Medicina do Trabalho –  APMT, são medidas coletivas e administrativas:

  • garantia de ventilação adequada, com direcionamento do fluxo de ar e sua respectiva filtragem;
  • frequência na realização de procedimentos de limpeza e de desinfecção, com eficácia e de acordo com as normas de biossegurança;
  • prática do distanciamento de um metro entre paciente e profissional de saúde quando não há necessidade de efetuar procedimentos;
  • instalação de barreiras físicas para separação de ambientes contaminados e medidas administrativas para separação de pacientes contaminados;
  • limitação do número de profissionais em áreas de convivência;
  • fornecimento de insumos de higiene;
  • proibição de aglomerações de acompanhantes e pacientes;
  • identificação e sinalização de áreas em que ocorrem procedimentos geradores de aerossóis. 

Além disso, o uso de recursos terapêuticos respiratórios – como a ventilação mecânica não invasiva (VNI), o uso de cânula nasal de alto fluxo (CNAF) – a realização de outros procedimentos – como procedimentos de intubação traqueal e traqueostomia, que geram aerossóis – apresentam risco três vezes maior de contaminação de profissionais de saúde. Nestes casos, medidas adicionais (como a manutenção de pacientes em quartos isolados, com pressão negativa e material-médico hospitalar seguro) também devem ser observadas.

A utilização correta de EPI, medidas coletivas e administrativas eficazes e material médico- hospitalar seguro, oferece maior segurança para os profissionais da saúde e pacientes.

*Recomendações para proteção e monitoramento de Trabalhadores de Serviços de Saúde (TSS) 

Fonte de pesquisa: InformaSUS UFSCAR

Conheça o Sistema Fechado para aspiração traqueal

Indicado para realizar aspirações de secreções traqueais em pacientes em terapia intensiva ou qualquer situação onde há a necessidade de ventilação mecânica, permitindo a aspiração e ventilação concomitantes.

Controle de Infecção Hospitalar

A segurança do paciente é uma prioridade máxima em qualquer instituição de saúde. Um componente essencial desse compromisso é o controle de infecções hospitalares. Estas, se não geridas de forma eficaz, podem ter impactos graves na saúde dos pacientes, no funcionamento do hospital e na reputação da instituição.

Ler mais »

Medika no CMGO 2024

O Congresso Mineiro de Ginecologia e Obstetrícia (CMGO) é um evento de renome nacional que reúne profissionais e especialistas da área para discutir as mais recentes pesquisas, avanços clínicos e tecnológicos em ginecologia e obstetrícia.

Ler mais »